Quem sabe faz ao vivo

Pode parecer estranho, mas uma das maiores qualidades das pessoas que sabem fazer algo, é que elas realmente sabem.

Ontem durante a aula que o Nardon e o Julian deram no G4 Lives sobre o plano de retomada da crise, pude rever isso na prática.

Em um determinado momento, o Julian apontou a necessidade da gestão de estoque.

Esse não era um tópico que seria originalmente coberto, mas se mostrou pertinente.

Resultado?

Uma nova guia na planilha, e ali, na frente de algumas centenas de pessoas, ele não só explicou o conceito de giro de estoque, como montou uma forma simples de se fazer o cálculo de giro, e necessidade de novos pedidos, tanto em prazo, quanto em quantidade.

Talvez você agora pense que não tem nada demais nisso.

Porém, quantas vezes você já não viu alguém, talvez até você mesmo, tendo que se desviar de uma pergunta complexa?

Uma situação em que quando questionada ou pressionada, a pessoa muda o foco, ou diz que “aquele assunto não faz parte da discussão”.

Sim, existem momentos em que mudar o foco, ou dizer que aquele assunto não é pertinente é essencial.

Afinal, precisamos refletir, e focar no que realmente importa.

Agora, também é importante refletirmos sobre quando fazemos isso por ser o melhor ao se fazer, e quando o fazemos para de alguma forma, disfarçar nossas próprias fraquezas.

E nisso chegamos a um segundo ponto muito importante.

Se quem sabe faz ao vivo, o que quem não sabe faz?

Bem, duas opções.

  1. Finge que sabe, mas diz que prefere não fazer.
  2. Assume não saber.

Admitir não saber de algo é essencial para o seu desenvolvimento.

Tanto para te dar novas oportunidades de busca por conhecimento e desenvolvimento, quanto para permitir que você foque no que realmente importa.

Se hoje você já ocupa, ou planeja ocupar uma posição de gestão, é essencial que você entenda isso.

Mais do que saber fazer, você precisa saber o que você precisa saber, e o que você não sabe.

Ou seja, ter conhecimento dos seus pontos fortes e fracos.

E então agir para alavancar cada um deles.

Porém, o grande desafio aqui é: você provavelmente não deveria aprender a fazer, mas sim, a trazer quem sabe para o seu lado.

Afinal, um bom líder não é aquele que tem todas as respostas, mas sim, aquele que sabe trazer as pessoas certas para o time, e fazer boas perguntas para essas pessoas.

Quem sabe faz ao vivo, mas como líder, saber quem sabe, é o que vai ser o seu verdadeiro diferencial.

Compartilhe esse artigo

Deixe uma resposta

Continue Lendo: Outros artigos que você pode gostar

No Gestão 4.0 nossa missão é ajudar gestores e líderes de negócios a inovarem e gerarem mais resultados.

Se você quer aprender com alguns dos melhores empreendedores do país, preencha o formulário e receba nossos conteúdos gratuitos.

Descubra como você pode se tornar um Gestor 4.0

Conteúdo sobre negócios, marketing e vendas no seu celular