Um pequeno passo para o homem

Navegue Pelo Artigo

Na última quinta-feira enviei um e-mail falando sobre a postergação do lançamento da SpaceX, para sábado (30).

Naquele e-mail falei sobre a importância do lançamento em função do exemplo que ele criava.

Mais do que a ida de dois cosmonautas para a estação espacial internacional, ele representava a materialização do que parecia impossível.

Depois de quase 10 anos, acontecia uma decolagem tripulada em solo americano.

Pela primeira vez na história, uma empresa privada era a responsável pelo acontecimento.

E tudo isso por uma fração do custo normalmente associado a tal feito.

Em meio a maior crise que o planeta já enfrentou desde a segunda guerra mundial, aquele lançamento foi um momento de esperança.

Sim, ainda temos muitos problemas para resolver, mas somos capazes.

Afinal, se podemos colocar pessoas no espaço, podemos resolver os problemas à nossa frente.

Assim, deixo aqui um texto escrito pelo meu mentor Bruno Nardon, e publicado em seu Instagram sobre o momento.

“No mundo não faltam exemplos e reflexões sobre a importância de se sonhar grande, e buscar realizar aquilo que parece impossível.

Seja na frase “Sonhar grande e sonhar pequeno dá o mesmo trabalho” dita por Jorge Paulo Lemann, um dos maiores empreendedores da história do Brasil, ou na icônica campanha de marketing da Apple “Loucos que mudam o mundo”, a famosa “Here’s to the Crazy Ones”. É comodo pensar pequeno.

É mais fácil, sonhar pequeno.

E honestamente? Não tem nada de errado nisso.

Não existe nenhum problema em querer um emprego estável, com um salário estável, e uma vida confortável, sem grandes emoções, mas também sem grandes riscos.

Porém, é somente quando nos atrevemos a deixar a estabilidade para trás, que podemos querer deixar uma marca de verdade no mundo.

Elon Musk e a SpaceX em parceria com a Nasa, deram aquele que foi provavelmente o maior exemplo de empreendedorismo dos últimos 20 anos.

Eles sonharam grande, e se tornaram a primeira empresa privada a colocar uma pessoa no espaço (e ainda pousar o foguete para reutiliza-lo). Você pode ter todas as críticas do mundo ao Musk e a sua excentricidade, porém, é inegável o impacto do que ele está fazendo.

Assim como a cultura de um negócio é construída com base no exemplo dos líderes, a vontade de inovar, explorar e empreender, também vem dos exemplos à nossa volta.

E quanto mais próximo e grandioso for esse exemplo, maior será o impacto dele em nossas vidas.

Então, para os loucos, os desajustados, e aqueles que ousam mudar o mundo: parabéns, hoje, mais uma vez, vocês entraram para a história!”

Gostou? Compartilhe

Compartilhe esse artigo

Deixe uma resposta

Continue Lendo: Outros artigos que você pode gostar

No Gestão 4.0 nossa missão é ajudar gestores e líderes de negócios a inovarem e gerarem mais resultados.

Se você quer aprender com alguns dos melhores empreendedores do país, preencha o formulário e receba nossos conteúdos gratuitos.

Descubra como você pode se tornar um Gestor 4.0

Confira mais conteúdos do João no Instagram

Direitos Reservados © | G40 TREINAMENTOS E CURSOS LTDA – CNPJ: 33.338.709/0001-50 | Thera Office Berrini, CJ 603, São Paulo